quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O Senhor está olhando para nossa Pátria


            Muito me alegra em ver o dedo de Deus sobre a nossa pátria. Muitas são as profecias que o Senhor está colocando em nossos corações.

            Nós brasileiros tomamos posse das palavras de nosso amado Beato João Paulo II, que ao celebrar a XVII Jornada Mundial da Juventude em Castegandolgo (25 de Julho de 2001) disse a todos que lá estavam presente : “Amados jovens, é vosso turno de ser sentinelas da manha (cf. Is 21, 11-12) que anunciam a chegada do sol que é Cristo ressuscitado”. Frente a isso vemos a importância da necessidade que o Senhor tem para cada jovem.

            Confirmando ainda as palavras de João Paulo II, nosso amado Papa Bento XVI nos disse ao celebrar a XXIII Jornada Mundial da Juventude em Sydney (20 de Julho de 2007): “Nunca se esqueçamos, porque o Espírito do Senhor se recorda sempre de cada um e quer, em particular mediante a vós, jovens, suscitar no mundo o vento e o fogo de um novo Pentecoste”.Poder ver a confiança que nosso pastor deposita em meu coração e no seu, é de grande valia, e motivo de alegria.

            Deus também falou através do movimento da Renovação Carismática Católica quando se reunia no Encontro Nacional de Coordenadores e Missionários em Brasília no mês de Janeiro de 2007: Meu povo, Eu não trouxe vocês aqui para o Centro do Brasil por acaso. Eu quero estabelecer minha soberania nesta pátria. Partindo daqui para todos os estados deste país. Vejam, quem segurará a minha cruz e o ícone de Minha Mãe serão os jovens. Juventude, Eu dou a vocês uma unção nova, um poder novo, para adentrarem os novos 40 anos da RCC, levando o Batismo no Espírito Santo a todos os rincões deste país. Estabeleço sobre a juventude a minha soberania, o meu poder, a minha graça, para que possam ir em busca  os outros jovens. Implanto aqui a minha bandeira e a minha soberania.

            Glória a Deus, Aleluia! Mais uma vez o Senhor confirma o amor que tem pela nossa Pátria, é um chamado enorme, e merece toda dedicação, esforço, renuncia e vivencia fraterna com os irmãos. O Senhor confia em mim e em você, e nós confiamos no Senhor? (reflita)

            Mais ainda me alegra em saber que nossa próxima Jornada Mundial da Juventude será no Rio de Janeiro no ano de 2013. Em setembro a cruz da Jornada percorrerá todo nosso país, todos os estados e em algumas dioceses. Sinto-me honrado em saber que minha diocese (Criciúma) receberá a cruz em Janeiro de 2013, e tenho certeza que será uma festa, pois o Senhor estará ainda mais derramando suas bênçãos, e preparando o caminho para chegada do nosso querido Papa sucessor de Pedro, escolhido por Jesus para liderar sua igreja, a nossa igreja.

            Por isso convido você cidadão brasileiro, a tomar posse junto comigo dessa graça que o Senhor esta nos proporcionando. Vamos seguir em frente, levando sempre a certeza de que o Senhor na Cruz morreu por cada um de nós, e devemos todo respeito. Sejamos firmes nesse chamado, e encaremos o novo que esta por vir, o Senhor não nos faltará, seu chamado é digno de toda Honra.

Por isso não se canse de dizer: “Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre” Amém


Segue o video onde Bento XVI divulga a JMJ no Rio de Janeiro:


video

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O dom de amar

Madre Tereza, exerceu com maestria esse dom que Deus nos deu


            Muitas foram às vezes que ouvimos falar sobre o amor de Deus por nós. Muitas foram às pregações, orações e momentos de cura em que fomos movidos a conhecer e perceber que o amor de Deus por nós é imenso. No entanto também ouvimos e fomos levados a conhecer outra forma de amor: aquele que devemos sentir pelo próximo. Jesus disse que o novo e maior de todos os mandamentos é: “amais uns aos outros assim como eu vos amei” (Jo 13, 24) e se é um mandamento deve ser levado a sério e colocado em prática.

            Um dos maiores ensinamentos que Deus nos deixou foi o amor a Ele e ao próximo. Na primeira carta de São João contem grandes partes das passagens que abordam sobre esse tema. Um capitulo que me chamou a atenção dizia: “Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece o pai. Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” (I João 4, 7-8). Quando terminei de ler senti como que se eu estivesse levado um puxão de orelha de Deus, comecei, então, a fazer um exame de consciência (convido você a fazer o mesmo): será que estou honrando aquilo que Jesus me pediu? Será que realmente amo o próximo da mesma forma e intensidade que amo a Deus? São palavras doces, mas ao mesmo tempo duras. Todo aquele que ama é nascido de Deus, quer dizer então que se eu não amar realmente as pessoas do jeito que elas são eu não posso dizer que conheço o Pai. São palavras que nos impulsionam a mudar de vida, a mudar nossas atitudes.

            Comecei a me perguntar quantas vezes havia agido de forma a ignorar algumas pessoas pelo fato de elas terem algum tipo de deficiência ou limitação. Muitas vezes ridicularizamos as pessoas pela forma que elas se vestem, falam ou andam. “Tiramos saro” e não agimos com misericórdia. Muitas são as vezes que excluímos na nossa vida pessoas que não entram no padrão estabelecido pela sociedade.

            Eu falo isso porque já fui vitima de bullying, quando estava na escola fui excluída por toda sala de aula só porque tirava as notas mais altas, comecei a ganhar apelidos e ficar sozinha na sala, tive um inicio de depressão e troquei de colégio. Passar por isso não foi nem um pouco bom. Realmente devemos amar as pessoas do jeito que elas são, não é fácil amar aquela pessoa que nos machucou, mas se queremos ser 100% de Cristo precisamos por isso em prática.

            Lembre: "Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê." (João 4, 20). É possível pelo poder da fé amar a Deus que não vemos, pela mesma fé temos que amar o irmão que é de carne e osso. E esse é o convite de Cristo para nós hoje, vamos nos amar mais, o amor brota aos poucos, tem que ser um exercício diário, vamos perdoar quem nos machuca. Pois o amor supera todas as barreiras, preconceitos, indiferenças, e se praticarmos esse mandamento que Jesus nos deixou teremos a certeza de que Deus é amor, e só assim poderemos dizer fielmente que amamos a Deus, pois nós somos a imagem e semelhança do Pai, por isso ame acima de tudo, e exerça esse dom que Deus nos concede, o dom de amar.

Texto Escrito por:
Bruna Beza Gonçalves da Silva
Secretária do GOJ Servos de Deus
Membro do MJ - RCC/SC

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

SER UM JOVEM MILITANTE NÃO É BINCADEIRA - Eis a Direção



Para ser um jovem militante é preciso fidelidade e muita oração. Por exemplo, um soldado do exercito para servir a pátria ele passar por um período de aprendizagem, nesse período ele é capaz de reconhecer as suas fraquezas e por ai começar a vencê-las. De igual forma, o jovem que milita do saudoso exército de Cristo passa por este período, e a arma que possui para vencer suas fraquezas é a oração. Através dela temos a clareza de nossa fé e com isso vemos o mover de Deus em nossas vidas.

Um jovem militante é chamado a ser missionário, que não simplesmente leva a palavra de Deus a quem precisa, mas sim dá testemunho dela e mostra ao mundo que somos diferentes, pois seguimos e vivemos Cristo.

No meio desse trajeto, entretanto, por sermos homens e mulheres imperfeitos acabamos pecando sendo necessário voltar o nosso coração a Deus, pois se deixarmos o pecado tomar conta de nossa vida ele acaba gerando em nós uma dor tremenda capaz de nos fazer desistir de tudo.

É preciso ter cuidado para não deixar o pecado “pessoal” virar um pecado “estrutural”, o qual não achamos ser tão grave, mas que no fundo consegue destruir tudo em nossa volta, ou se firmar em nossa vida fazendo de nós prisioneiros.

E diante disso que de fato, ser Jovem Militante não é brincadeira, pois nós jovens militantes precisamos ser fortes e aceitar o chamado de Deus para nossas vidas, assim como diz na sagrada escritura: Jovens eu vos escrevi, porque sois fortes e a palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o maligno"I João 2:14.

Partindo desse contexto que nosso amado Beato Joao Paulo II nos exorta dizendo que se permanecermos fortes “...poderemos assim chegar até os mecanismos ocultos do mal, às suas raízes e gradualmente mudar o mundo, transformá-lo, torná-lo mais humano, mais fraterno e ao mesmo tempo mais de acordo com o desígnio de Deus” (Carta Apostólica por ocasião do ano Internacional da Juventude, 31 de março de 1985).

Precisamos ardentemente clamar ao Senhor a sua misericórdia, estar em estado permanente de vigia cuidando para não cair em tentação, mas se cair é preciso recomeçar e clamar ao Senhor a reconstrução, a restituição, a renovação do nosso sim. Permanecendo firmes na palavra de Deus conseguiremos força para abalar todas as estruturas do inimigo, e assim derrubar as estruturas do pecado para um dia chegarmos à glória de Deus.

Você e eu somos chamados a fazer parte deste exército que se coloca a disposição da Igreja, para fazer com que a obra de Deus se concretize. Comece essa batalha dando o seu Sim ao Senhor e deixando que o mesmo o conduza para os caminhos que Ele mesmo o colocar.

Seja firme na caminhada, pois o mundo precisa ver os missionários “santos de calça jeans” (JP II), e não se esqueça você faz parte da juventude missionária da igreja católica. Avante!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Jovens Católicos sob o Senhorio de Jesus


Junto a uma juventude dita “desmoralizada” é existente também a presença em todos os lugares de jovens com ideais Cristocentricos, que assumem o papel de filhos amados e usados por Deus e que se colocam sob o Senhorio de Jesus Cristo.
O Senhor olha com todo seu amor e compaixão para nós jovens católicos, pois vê em cada um de nós a alegria que palpita em nossos corações e o desejo ardente e constante de ser a diferença num mundo marcado por tanta indiferença.
E o olhar do Senhor é evidenciado cada vez que nós nos derramamos com mais desejo aos Seus pés. Porém não basta apenas este olhar de Deus para nós, é preciso que nós saibamos transmiti-lo para que possamos proclamar que Jesus é o Senhor da nossa juventude e proclamar a todos os lados que ser um jovem de Deus é ser inteiramente completo e cheio de vida, com a certeza de que Ele realmente é presente para conosco.
Nós como juventude em Cristo precisamos assumir o papel de anunciadores que levam o amor verdadeiro a tantos jovens, os quais vêm buscando erroneamente ser amados pelo desconhecido. Promover isso é nossa missão, e precisamos nos deixar ser usados pelo Espírito Santo, que nos sustenta e encoraja para tal feito.
Deus confia na juventude, e Ele sabe que somos capazes de deixar para traz as “ofertas mundanas” para sermos luz no caminho das trevas, pois Ele nos escolheu dizendo: “filho do homem, estabeleço-te como sentinela na casa de Israel” (Ezequiel 3,17). À hora é esta, o Senhor tem pressa e conta com nós jovens.
Assumamos, pois o posto de servos como a jovem Maria e digamos sim ao chamado que Deus nos faz, de sermos anunciadores da Luz que é o Cristo Ressuscitado, sendo Sentinela da Manhã sob o Senhorio do Senhor.

Deus abençoe! Aleluia Aleluia Aleluia!


"Ser um jovem servo de Deus não é mais um nome ao qual somos intitulados, mas é na realidade a vivência de vida mais sublime a qual Deus nos submeteu".


Maiara Galindro de Oliveira (12/05/2009)

Rogai por nós Santa mãe de Deus

Rogai por nós Santa mãe de Deus